Empresário comenta sobre as “10 medidas contra a corrupção”

noemia_e_empresuario_ak     Convidado por Noemia Rocha (PMDB), o empresário Markenson Marques, fundador da empresa de transporte de carga Cargolift, falou aos vereadores no plenário da Câmara de Curitiba nesta quarta-feira (30). Famoso por ter adesivado parte de sua frota de caminhões com mensagens de apoio ao projeto de iniciativa popular votado nesta madrugada pelos deputados federais, as “10 medidas contra a corrupção”, ele fez críticas aos políticos.

     “Eu me envolvi pessoalmente nessa campanha e estive em Brasília para entregar o projeto. No discurso lá, pedi que fosse votado sem alterações”, contou. Para Marques, as mudanças introduzidas pelos políticos “assassinaram mais de dois milhões de brasileiros”, em referência às assinaturas no projeto de iniciativa popular. Ele chegou a dizer que o ocorrido era uma tragédia das mesmas proporções que a queda do avião da Chapecoense.

      Logo após defender as “10 medidas contra a corrupção” o empresário disse que os vereadores de Curitiba poderiam dar um exemplo, alterando uma lei que, segundo ele, “desincentiva o investimento”. O fundador da Cargolift reclamou da norma que trata da unificação de áreas de um mesmo dono particular, de 1966, que nestes casos estipula doação de 10% do lote ao Município. “Será que estamos num país comunista?”, perguntou. Ele pediu a revisão da norma e a centralização dos procedimentos burocráticos numa só secretaria municipal.

Informações: Site da CMC

(Leia Mais…)

Anúncios

Câmara abre último período da legislatura na segunda-feira

porta_cmc     Os vereadores de Curitiba retomam as sessões nesta segunda-feira (1º). Este será o último período da atual legislatura da Câmara, iniciada em 2013, e o semestre promete debates como da nova Lei de Zoneamento e do projeto para regulamentar o Uber e serviços similares. A prefeitura será representada na reabertura dos trabalhos em plenário pelo secretário do Governo Municipal, Ricardo Mac Donald Ghisi.

      A votação dos projetos de lei será retomada na sessão da terça-feira (2). Da Prefeitura de Curitiba, os vereadores analisarão em primeiro turno um projeto apresentado em 2014, para a doação de áreas de terrenos do Município à Universidade Federal do Paraná (UFPR), para a regularização do Centro Politécnico (005.00197.2014). Os imóveis foram avaliados em R$ 7,1 milhões (leia mais).

Fonte: Site da CMC

(Leia Mais…)

Financiamento para binário Ahú/Jardim Botânico é tema de debate

1-2403-noemia1      O financiamento para a realização do binário Ahú/Jardim Botânico foi o tema mais discutido da sessão plenária desta terça-feira (07). A corregedora da Câmara Municipal de Curitiba, vereadora Noemia Rocha (PMDB), foi contrária a proposta que autoriza a operação de crédito de até R$ 9,4 milhões da prefeitura com a Caixa Econômica Federal, afirmando que ela irá “trazer descontentamento à comunidade”.

     A parlamentar demostrou preocupação com a falta de audiências públicas para debater a iniciativa. De acordo com ela, a população deveria ser consultada já que uma série de mudanças irão acontecer. “Por exemplo, as ruas tranquilas que ficarão movimentadas”, destacou.

      Outro ponto ressaltado por ela foi o artigo 5º do projeto de Lei, que fala sobre as garantias para o pagamento do empréstimo. Em seu discurso, Noemia Rocha apontou possíveis inconstitucionalidades no texto.

Câmara de Curitiba retoma sessões com apresentação de balanço

No segundo semestre, a expectativa é votar planos de carreiras, financiamento ao metrô e eleger ouvidor de Curitiba. (Foto - Andressa Katriny/CMC)

No segundo semestre, a expectativa é votar planos de carreiras, financiamento ao metrô e eleger ouvidor de Curitiba. (Foto – Andressa Katriny/CMC)

      A Comissão Executiva da Câmara de Curitiba apresentou nesta segunda-feira (4), durante a retomada das sessões plenárias, um balanço do primeiro semestre de 2014. Também foram destacadas as diretrizes de trabalho para os próximos meses, como o debate de carreiras de servidores e, após as eleições, a escolha do ouvidor do município.

      “Os vereadores e as comissões apresentaram 6.869 requerimentos, 202 pedidos de informações ao Executivo, 193 projetos, 167 indicações e 104 emendas. Recebemos 39 mensagens do prefeito”, diz trecho do balanço. “Dos projetos que compuseram a pauta até junho deste ano, 99 foram aprovados e um recebeu veto prefeitural, que aguarda apreciação”, aponta o relatório.

Fonte: Site da CMC

(Leia Mais…)

Saúde municipal recebeu R$ 482 milhões no 1º quadrimestre

1

(Foto – Anderson Tozato/CMC)

      Em audiência pública na Câmara de Curitiba, na sessão desta segunda-feira (26), a Secretaria Municipal da Saúde demonstrou a execução orçamentária de R$ 482 milhões nos primeiros quatro meses deste ano. O relatório foi apresentado pelo titular da pasta, Adriano Massuda, na qualidade de gestor do SUS na capital. Segundo ele, houve um “grande esforço”, principalmente em abril, para saldar dívidas junto aos hospitais. “A situação está praticamente equalizada”, garantiu.

      O secretário também atualizou a dotação orçamentária para 2014: R$ 1.422.594, R$ 393 mil a mais que a previsão inicial. Como avanços do SUS municipal, Massuda citou o aumento do número de profissionais, a aprovação da jornada de 30 horas para determinadas carreiras (leia mais), projetos para ampliação da infraestrutura (como a construção de dois hospitais), crescimento das auditorias, convênios com o Ministério da Saúde, expansão das equipes de saúde da família e o reconhecimento do programa Consultórios de Rua, implantado em agosto do ano passado.

       Ele defendeu, novamente, os investimentos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). “Em relação ao primeiro quadrimestre de 2013, já são dez novas UBSs com o horário de funcionamento ampliado para as 22h, contemplando todos os distritos sanitários. A população à noite só tinha as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) que, se ficam sobrecarregadas, deixam de fazer bem o atendimento das urgências”, explicou.

      Massuda destacou, ainda, avanços na área da saúde mental. À presidente da Comissão de Saúde, Bem-Estar Social e Esporte, Noemia Rocha (PMDB), o gestor chamou a atenção para o aumento de leitos nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPs). Dos 12 equipamentos, sete já operam em período integral. (Com sonora da vereadora Noemia)

Fonte: Site da CMC

(Leia Mais…)

Noemia Rocha preside Audiência Pública da Saúde

A presidente da Comissão de Saúde, vereadora Noemia Rocha. (Foto – Anderson Tozato/CMC)

      Durante a sessão plenária desta segunda-feira (26), a vereadora Noemia Rocha (PMDB) presidiu a audiência pública com o secretário municipal da Saúde, Adriano Massuda, para apresentação de relatório detalhado do primeiro quadrimestre do ano. “É fundamental esse tipo de prestação de contas para a Casa e para a população.”

       Entre os questionamentos feitos pela parlamentar ao convidado estavam qual é a sua avaliação da política de saúde mental da cidade, quais são os projetos futuros e qual é o número de leitos disponíveis para tratamento destes casos.

       Na ocasião, Noemia Rocha destacou a audiência pública realizada por ela, na última sexta-feira, com foco na saúde mental e drogadição. Ela agradeceu a grande participação da população, além da presença dos palestrantes: Dr. Marcelo Kimati Dias, diretor do Departamento de Saúde Mental da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba; Dra. Fernanda Nagl Garcez, Promotora de Justiça do Ministério Público; Dr. André Rotta Burkiewicz, psiquiatra e presidente da Associação Paranaense de Psiquiatria; Dr. Guilherme Bertassoni da Silva, vice-presidente do Conselho Regional de Psicologia e Profº Luís Felipe Ferro, da Universidade Federal do Paraná.

Sessões plenárias voltam a acontecer na Câmara de Curitiba

camara_de_curitiba      A corregedora da Câmara Municipal de Curitiba, vereadora Noemia Rocha (PMDB), participou, nesta segunda-feira (03), da reabertura das sessões plenárias da Câmara Municipal de Curitiba. Os encontros voltam a acontecer todas as segundas, terças e quartas-feiras no período da manhã.

       Durante a sessão, presidida pelo vereador Tito Zeglin (PDT), o prefeito interino, vereador Paulo Salamuni (PV), falou sobre o trabalho desenvolvido pela Casa, os avanços e desafios. Na ocasião, foi destacada ainda a nova galeria da Câmara de Curitiba, que será aberta em 8 de março, com o retrato das vereadoras que fizeram parte do legislativo.