Jantar beneficente marca o Dia Internacional das Mulheres

IMG_8446           A vereadora Noemia Rocha (PMDB) realizou seu tradicional jantar beneficente em comemoração ao Dia Internacional das Mulheres, nesta quarta-feira (15). Centenas de pessoas marcaram presença no restaurante Dom Antônio, localizado em Santa Felicidade.

            Na ocasião foram arrecadados alimentos não perecíveis em prol das comunidades terapêuticas Rosa de Saron e Lar Hermon. “Mais uma vez estamos felizes em poder celebrar esta data juntos e ajudando ao próximo”, destacou.

            Neste ano o desfile de modas ficou por conta da Maison Helena’s, especializada em vestidos de festa. O evento contou, ainda, com a participação da cantora Karen Mattos, conhecida nacionalmente pela sua participação no programa do Raul Gil; e da preletora Luci Vaz, membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Sede.

Anúncios

+ Mulheres na Política

RSCN4881    A vereadora Noemia Rocha (PMDB) destacou a participação dela e da Professora Josete (PT) em evento, semana passada, na Assembleia Legislativa do Paraná. Na ocasião, foi lançada no Estado a campanha “+ Mulheres na Política”. A iniciativa é organizada pela Procuradoria Especial da Mulher do Senado e da Secretaria de Mulheres da Câmara dos Deputados. Também compareceram as senadoras Gleisi Hoffmann (PT) e Vanessa Grazziotin (PcdoB-AM) e as deputadas Christiane Yared (PTN) e Leandre Dal Ponte (PV).

Fonte: Site da CMC

Votação do ônibus exclusivo para mulheres é adiada

cmc_brasao      Durante a sessão plenária desta terça-feira (17), os vereadores da Câmara Municipal de Curitiba adiaram por 50 sessões a votação do projeto de lei do “ônibus rosa”, a pedido do autor da proposição, vereador Rogério Campos (PSC). A informação é da vereadora Noemia Rocha (PMDB).

       Para acompanhar a votação estavam presentes representantes de movimentos voltados a defesa dos direitos da mulher. A proposta cria um ônibus destinado exclusivamente para as mulheres, com o objetivo de evitar abusos no transporte. Desta forma, Curitiba fica obrigada a destinar 20% de sua frota para atender o público feminino.