Casa da Gestante

25

Foto: Chico Camargo/ CMC

     Proposta na legislatura passada, a casa de recuperação para gestantes usuárias de crack continuará no planejamento da Prefeitura de Curitiba. O anúncio foi realizado hoje, em plenário, pela idealizadora da iniciativa, vereadora Noemia Rocha (PMDB). “O [secretário municipal de Defesa Social], Algacir Mikalovski, acatou a sugestão de dar continuidade ao projeto, aliando acolhimento e capacitação profissional”, relatou.

Fonte: Site da CMC

Anúncios

Convênio – Casa de Recuperação da Gestante Usuária de Drogas

apresentacao_casa_das_gestantes_usuarias    A vereadora Noemia Rocha (PMDB) comunicou em plenário que participou da assinatura do convênio para a abertura da Casa de Recuperação da Gestante Usuária de Drogas. A solenidade aconteceu na última sexta-feira (30), no Salão Nobre do Palácio 29 de Março – sede da Prefeitura de Curitiba – onde participaram o prefeito Gustavo Fruet e o secretário de Saúde, César Titton.

Fonte: Site da CMC

Vereadores divergem sobre política antidrogas em Curitiba

100

Noemia Rocha pediu em plenário que o próximo prefeito mantenha em operação o projeto Intervidas e o abrigo para gestantes usuárias de crack. (Foto: Andressa Katriny/ CMC)

    Enquanto a vereadora Noemia Rocha (PMDB) pediu em plenário, nesta quarta-feira (5), que o próximo prefeito de Curitiba mantenha em operação o projeto Intervidas e o abrigo para gestantes usuárias de crack, Chicarelli (PSDC) avaliou que “o tratamento de drogas foi destruído nestes quatro anos [da gestão de Gustavo Fruet]”.

     O projeto Intervidas é um ônibus adaptado, que leva uma equipe multidisciplinar às praças de Curitiba para trabalhar com usuários de álcool e outras drogas em situação de rua. Eles são convidados a participar de atividades recreativas, com foco na ressocialização. Já o abrigo para gestantes usuárias de crack era uma demanda de Noemia Rocha desde 2013, implementada neste ano com o apoio da Fundação de Assistência Social (FAS).

     “Tenho medo que o próximo prefeito, naquela vaidade, não dê continuidade [por serem iniciativas do antecessor]”, comentou Noemia. “Idealizamos a casa e eu, junto com a Márcia [primeira-dama e presidente da FAS], conseguimos convencer o prefeito Gustavo Fruet a fazer. Esta casa é a primeira do Brasil, a gente devia expandir o projeto”, disse a parlamentar. “Estou pedindo a vocês”, falou aos vereadores, “a concretização dessa ideia, a ideia de continuarmos buscando políticas públicas para as pessoas em situação de rua, em especial aos usuários de drogas”.

Fonte: Site da CMC

(Leia Mais…)

Noemia Rocha participa de Conferência sobre drogadição

1        A presidente da Comissão de Saúde e Bem-Estar Social da Câmara Municipal de Curitiba (CMC), vereadora Noemia Rocha (PMDB), participou na noite desta sexta-feira (24), da IV Conferência Municipal de Políticas sobre Drogas de Curitiba, no campus da Universidade Federal do Paraná (UFPR), no Jardim Botânico.

            De acordo com a parlamentar, estes debates são fundamentais para que novas ações sejam desenvolvidas para solucionar o “grande problema da drogadição”. A peemedebista já havia participado pela manhã, de um debate sobre as drogas no ambiente de trabalho e na família, realizado pela Escola do Legislativo da CMC.

            A conferência – que acontece a cada dois anos – foi uma iniciativa do Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas de Curitiba (Comped) em parceria com a prefeitura. Entre as autoridades presentes estavam o prefeito Gustavo Fruet, a presidente da Fundação de Ação Social (FAS), Marcia Fruet, e o diretor do Departamento de Política sobre Drogas da Secretaria da Saúde de Curitiba, Marcelo Kimati.

Gestantes usuárias de drogas

            Noemia Rocha trabalha com a recuperação de dependentes químicos há quase 30 anos e uma de suas principais bandeiras na CMC é o combate às drogas. Um de seus principais projetos é a construção de casas de apoio e reabilitação de gestantes usuárias de drogas – iniciativa que deve ser implantada ainda este ano.

            De acordo com Marcelo Kimati, a parlamentar ajudou a desenvolver uma mudança de plano de trabalho de um convênio com o Ministério de Justiça para a abertura de vagas e uma unidade para cuidado de pessoas que estão em situação de grande vulnerabilidade, em especial as gestantes com problemas com drogas. “Felizmente este processo tramitou e já está entrando em licitação. Para os próximos meses nós podemos aguardar que será executado”, destacou.

Noemia Rocha debate projeto para gestantes usuárias de drogas com Marcelo Kimati

DSCN2599     A presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Curitiba, vereadora Noemia Rocha (PMDB), recebeu nesta semana, a visita do Diretor de Saúde Mental, Marcelo Kimati Dias, em seu gabinete. Durante o encontro, de acordo com ela, foram debatidos projetos de combate às drogas, em especial para grávidas dependentes químicas.

     “Foi uma conversa muito produtiva, que só vem reafirmar a nossa parceria”, destacou a parlamentar, que tem como uma de suas principais iniciativas o Centro de atendimento para gestantes usuárias de drogas, iniciativa pioneira no Brasil.

    Segundo Noemia Rocha, o serviço vai oferecer abrigo para as dependentes químicas, que receberão tratamento e poderão ter seus filhos em segurança. Além disso, a matéria visa a recuperação da escolaridade, capacitação profissional e reinserção no mercado de trabalho.

Gestantes dependentes químicas terão tratamento especializado

42      Em poucos meses, Curitiba contará com o primeiro Centro municipal para tratamento de gestantes usuárias de drogas do Brasil. A informação foi dada pela vereadora Noemia Rocha (PMDB), autora do projeto, durante a sessão plenária desta terça-feira (31), no horário destinado ao grande expediente.

     A parlamentar destacou a reunião que teve na última semana, para viabilizar o projeto com a presença do secretario nacional dos Direitos Humanos, Paulo Maldos, o secretario nacional de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça (Senad), Vitore Maximiano, a presidente da Fundação de Ação Social de Curitiba (FAS), Marcia Fruet, o diretor do departamento de saúde mental da Secretaria Municipal de Saúde, Marcelo Kimati Dias, entre outras autoridades.

     De acordo com ela, durante o encontro foi feito o convênio e firmado o compromisso para a construção do equipamento ainda neste semestre, tornando Curitiba pioneira na área. “Estão pensando inclusive em levar a iniciativa para outras cidades”. Em seu pronunciamento ela também falou sobre as parcerias na luta contra às drogas. “Tenho que elogiar a postura do prefeito Gustavo Fruet e da Marcia Fruet que, mesmo sabendo que eu sou Oposição na Casa, abraçaram o meu projeto”.

     O serviço vai oferecer abrigo para as dependentes químicas, que receberão tratamento e poderão ter seus filhos em segurança. Além disso, a matéria visa a recuperação da escolaridade, capacitação profissional e reinserção no mercado de trabalho.

Noemia Rocha participa de reunião com secretarios nacionais e comemora avanços no atendimento de grávidas usuárias de drogas

DSCN9060     Curitiba logo poderá virar referência no atendimento de grávidas dependentes químicas. A informação foi dada pela presidente da Comissão de Saúde da Câmara de Curitiba, vereadora Noemia Rocha (PMDB), que participou nesta quarta-feira (25), de reunião com o secretario nacional dos Direitos Humanos, Paulo Maldos, e o secretario nacional de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça (Senad), Vitore Maximiano.

     Segundo a vereadora, a agenda positiva trará avanços na construção do Centro municipal para tratamento de gestantes usuárias de drogas. “Esta é uma iniciativa antiga. Uma luta de 20 anos que se tornou projeto. A ideia é atender uma demanda que clama por ajuda”, destacou.

      A peemedebista comemorou as novas parcerias. “Estou muito feliz com o apoio. Seremos pioneiros nesta área e teremos a primeira casa especializada do Brasil”. O serviço vai oferecer abrigo para as dependentes químicas, que receberão tratamento e poderão ter seus filhos em segurança. Além disso, a matéria visa a recuperação da escolaridade, capacitação profissional e reinserção no mercado de trabalho.

     O encontrou contou também com diversas outras autoridades interessadas no tema, entre elas a presidente da Fundação de Ação Social de Curitiba (FAS), Marcia Fruet, o diretor do departamento de saúde mental da Secretaria Municipal de Saúde, Marcelo Kimati Dias, e o gerente de assistência da Fundação Estatal de Atenção Especializada em Saúde (Feaes), Deivisson Vianna.