Prestação de contas da Câmara aborda repasse de fundo à Prefeitura

15    A diretora de Administração e Finanças do Legislativo, Aline Bogo, explicou aos vereadores que o repasse dos R$ 57 milhões do Fundo Especial da Câmara (FEC) à Prefeitura de Curitiba depende da sanção de Gustavo Fruet – até dia 14 de junho – e, posteriormente, da autorização do presidente da Casa, Ailton Araújo (PSC). A servidora apresentou, nesta terça-feira (31), a prestação de contas referente ao primeiro quadrimestre de 2016 – antes da prestação de contas realizada pela prefeitura aos parlamentares.

     Segundo Aline, a diferença em relação ao valor indicado no projeto, de R$ 53,9 milhões (leia mais), deve-se aos rendimentos do FEC. Questionada pelos vereadores Chicarelli (PSDC) e Noemia Rocha (PMDB), ela também disse que o repasse não teve nenhum questionamento legal e que o Legislativo devolveu à prefeitura, em 2015, “praticamente R$ 20 milhões, valor anulado do orçamento da Câmara”.

     “A diferença de R$ 3,4 milhões é da aplicação financeira, que obrigatoriamente viria para o Município”, completou a secretária municipal de Finanças, Eleonora Fruet, que apresentou à Câmara balanço do Executivo. O FEC, acrescentou, “volta como transferência financeira e entra no caixa da prefeitura”. “A gente não pode carimbar a área de aplicação”, disse.

Fonte: Site da CMC

(Leia Mais…)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s