Aprovada utilidade pública de ONG que realiza Outubro Rosa

sliderNoemia_-_CC_-_B74A9216     Na sessão plenária de hoje (15), os vereadores aprovaram em 1º turno com 28 votos favoráveis, o projeto de autoria do vereador Sabino Picolo (DEM) que concede o título de utilidade pública para o Instituto Humanista de Desenvolvimento Social (Humsol), entidade que anualmente promove o evento conhecido como “Outubro Rosa”, de conscientização e prevenção ao câncer de mama (014.00028.2014).

    Para Picolo, a atuação do instituto inspira coragem para o enfrentamento da doença. “Devemos valorizar o trabalho destes voluntários que abrem mão de seu conforto pessoal em prol das pessoas com câncer de mama”, afirmou ele.

    “É o caso, por exemplo, da senhora Tânia Lopes, uma das fundadoras da entidade, hoje presente nesta votação”, destacou Sabino Picolo. Ainda conforme o vereador, “a iniciativa é tão importante quanto qualquer outra, pois objetiva a preservação de vidas humanas. A condição de utilidade pública propiciará à entidade a captação de recursos públicos e a realização de convênios com todas as esferas da administração pública (federal, estadual e municipal)”.

     Julieta Reis (DEM) foi à tribuna para defender o projeto. Para ela, “nem sempre o Poder Público reúne condições para proporcionar à população todos os serviços necessários e, nesse sentido, o trabalho desenvolvido por entidades da sociedade civil organizada como a ONG Instituto Humanista de Desenvolvimento Social (Humsol) deve ter apoio e estímulo”.

     A vereadora destacou o trabalho dos muitos voluntários que atuam no Humsol “diminuindo o drama da doença por meio do apoio psicológico à mulher com câncer de mama e promovendo, consequentemente, uma inclusão cidadã. Ao iluminar construções públicas no mês de outubro com a luz rosa, o Humsol lembra à sociedade de que o câncer de mama deve ser combatido com todos os recursos possíveis”.

    A vereadora Noemia Rocha (PMDB), que é presidente da Comissão de Saúde, Bem-Estar Social e Esporte, lembrou que membros da sua família enfrentaram a doença. “Foi o caso da minha mãe e das minhas irmãs, então tenho plena consciência das dificuldades que permeiam o tratamento”, afirmou. No entendimento da vereadora, a ONG Humsol é merecedora das possibilidades de firmar convênios e de captar recursos públicos, prerrogativas garantidas para entidades que são contempladas com o título de utilidade pública. Para Noemia, “mais até do que apoio, o que entidades como a Humsol precisam é de investimentos”.

Fonte: Site da CMC

(Leia Mais…)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s