Proposição bane debate sobre gênero da educação municipal

 Tramita na Câmara de Vereadores uma emenda à Lei Orgânica que bane das políticas públicas de Curitiba para a Educação o debate de gênero. (Foto: Chico Camargo/CMC)

Tramita na Câmara de Vereadores uma emenda à Lei Orgânica que bane das políticas públicas de Curitiba para a Educação o debate de gênero. (Foto: Chico Camargo/CMC)

      Desde o dia 9 de junho tramita na Câmara de Vereadores uma emenda à Lei Orgânica do Município (LOM) que bane das políticas públicas de Curitiba na área da Educação “a ideologia de gênero, o termo ‘gênero’ ou ‘orientação sexual’” (001.00005.2015). Assinada por 22 dos 38 membros do Legislativo, a proposição afetaria políticas de ensino, currículo escolar, disciplinas obrigatórias, atividades complementares e facultativas.

      “Vem surgindo nos últimos anos uma corrente denominada ‘ideologia de gênero’ que contrariando até mesmo a teoria da evolução, a biologia e tudo o mais que já se ouviu falar, tenta implantar a ideia de que o ser humano não nasce homem ou mulher, mas constrói a sua identidade ao longo da vida”, diz a justificativa da emenda à LOM.

      “Com essa ideologia”, segue o texto, “pretendem implantar, também no ensino, essa prática, no sentido de excluir toda e qualquer forma de identidade feminina e masculina, deixando nossas crianças sem qualquer referência de identidade como pessoa e seu papel social. Isso é dizer a Deus que ele errou, que não existe homem e mulher e que esta condição deve ser escolhida durante o amadurecimento psicológico e da personalidade da criança”. Segundo o documento, “a ideologia de gêneros é uma tentativa de acabar com valores e princípios que constituem a instituição família”.

      A emenda foi protocolada do gabinete do vereador Chicarelli (PSDC), com as assinaturas de Ailton Araújo (PSC), Aladim Luciano (PV), Cacá Pereira (PSDC), Carla Pimentel (PSC), Chico do Uberaba (PMN), Cristiano Santos (PV), Dirceu Moreira (PSL), Dona Lourdes (PSB), Geovane Fernandes (PTB), Jairo Marcelino (PSD), Jorge Bernardi (PDT), Mauro Ignácio (PSB), Noemia Rocha (PMDB), Professor Galdino (PSDB), Rogério Campos (PSC), Serginho do Posto (PSDB), Tiago Gevert (PSC), Tito Zeglin (PDT), Toninho da Farmácia (PP), Valdemir Soares (PRB) e Zé Maria (SD).

Fonte: Site da CMC

(Leia Mais…)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s