Deputadas e vereadoras do Paraná rejeitam feminismo

camara     Na semana em que tivemos o Dia Internacional da Mulher, poucos foram os atos lembrando a luta das mulheres para conseguir uma posição de maior igualdade de direitos. Luta antiga, importante e que ainda precisa de muitos avanços. Basta lembrar que hoje o Paraná tem só 3 congressistas mulheres (numa bancada de 33) e quatro deputadas estaduais (num plenário de 54).

     A única homenagem na Assembleia Legislativa foi uma minissessão comemorativa que, embora bem intencionada, mais ficou parecendo uma concessão dos homens. “Deixaram” que uma deputada presidisse temporariamente os trabalhos enquanto não havia não importante para votar. Como se elas pudessem sentir o gostinho de comandar a Casa – mas aquilo não era de verdade. E só haverá igualdade de poder (só haverá uma presidente da Assembleia) com luta, não com concessões.

      Num dos discursos durante a sessão, a deputada Cláudia Pereira (PSC) disse que estava falando não para que todas as mulheres fossem feministas, mas para que fossem “femininas”. Curiosa a expressão? Pois o blog, para saber o que as colegas da parlamentar achavam, decidiu ir a campo e falar com as representantes do sexo feminino nos vários parlamentos.

Fonte: Site da CMC

(Leia Mais…)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s