Câmara aprova aumento do IPTU e ITBI, que agora segue para sanção

camara      O projeto de lei complementar de iniciativa do Executivo que sugere o reajuste do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) foi acatado em segundo turno, por 20 votos a 9, nesta terça-feira (16), na Câmara de Curitiba. Da mesma forma, o que reajusta em 2,7 % o Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) foi acatado por 23 votos a 10. Ambos serão encaminhados à prefeitura para sanção do prefeito Gustavo Fruet.

      Conforme previsto no projeto do IPTU (002.00009.2014), em 2015 será feita a atualização da Planta Genérica de Valores, que é o documento utilizado para a base de cálculo do IPTU. O valor deste imposto em 2015 será computado com referência no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a título de correção monetária, mais 5% sobre o valor referente ao ano de 2014. Tais critérios serão aplicados aos anos de 2016 e 2017. A previsão é de que, com a sanção do prefeito, esta lei entre em vigor a partir de 1º de janeiro de 2015.

     A vereadora Noemia Rocha (PMDB) manifestou-se contrária à proposta e, como no primeiro turno, alertou à inadimplência. Ela considerou abusivo o aumento proposto. “O que deve ser feito é cortar gastos, inclusive com a redução de cargos no Executivo. Se hoje temos R$ 3 bilhões em inadimplência, aumentar o imposto vai aumentar também este valor”, protestou.

Fonte: Bem Paraná

(Leia Mais…)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s