Eleições 2012: tire suas dúvidas sobre o segundo turno

Eleitores de Curitiba, Ponta Grossa, Cascavel, Londrina e Maringá voltarão às urnas no próximo domingo para escolher o prefeito dessas cidades

Em seis dias, eleitores de Curitiba, Ponta Grossa, Cascavel, Londrina e Maringá irão escolher os administradores das cidades pelos próximos quatro anos. O segundo turno ocorre em 28 de outubro. Alguns eleitores ainda têm dúvidas sobre o pleito. A Gazeta do Povo preparou um tira-dúvidas com as questões mais frequentes com relação ao segundo turno.

Quem não votou no primeiro turno, poderá votar no segundo?

Sim. O eleitor quem não votou no primeiro turno poderá participar do segundo. Em Curitiba, a pessoa precisa ter feito o recadastramento biométrico para votar, de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR). Mesmo assim, o eleitor terá de justificar a ausência no primeiro turno, o que deve ser feito até 7 de dezembro.

Como justifico a ausência no primeiro turno?

O eleitor deve preencher o formulário de Requerimento de Justificativa Eleitoral e entregá-lo nos cartórios eleitorais ou nas centrais de atendimento ao eleitor. Em Curitiba, o endereço é Rua João Parolin, 55, no Prado Velho.

Se o requerimento tiver dados incorretos ou não for possível identificar o eleitor, a justificativa não será considerada válida. Além do formulário, a pessoa também terá de apresentar um documento oficial com foto e o título de eleitor. O eleitor precisará justificar a ausência em cada turno da eleição.

Quem está com o título cancelado poderá regularizá-lo em tempo de votar no segundo turno?

Não. Quem deixou de votar nas últimas três eleições e não justificou as ausências está com o título cancelado. Nesse caso, não será possível regularizar a situação com a Justiça Eleitoral em tempo de votar em 28 de outubro. O mesmo vale para o eleitor da capital que não fez o recadastramento biométrico. De acordo com o TRE, a população poderá regularizar a situação a partir da segunda quinzena de novembro.

A pessoa que está com o título cancelado fica impedida de tirar passaporte ou carteira de identidade; receber pagamento se for funcionário público; participar de concorrência pública; obter empréstimos nas autarquias, sociedades de economia mista, caixas econômicas federais ou estaduais; participar de concurso público; renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo.

Fonte: Gazeta do Povo

(Leia Mais…)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s